Cuidado com os exageros de fim de ano

Além dos métodos naturais como hidratação e repouso, medicamentos são aliados no processo de recomposição da saúde. Os mais requisitados nesse período são para desintoxicação do corpo.

No Brasil, as ceias são as protagonistas das festas de fim de ano. Os banquetes destas datas são tradição em algumas famílias, assim como reunir os parentes, comemorar princípios religiosos, da despedida do ano e desejos para o ano que inicia. E os cardápios tendem a ser calóricos, com pratos de carnes variadas, panetones, maionese, rabanadas e doces. Além disso, as tradicionais bebidas festivas, como vinhos e espumantes, também são presença marcante na temporada de festas, uma tentação para quem não resiste a um brinde.

Logo, a união da mesa farta e bebidas alcoólicas de diferentes tipos pode causar transtornos no dia seguinte. Por isso, é necessário tomar alguns cuidados para evitar problemas de saúde e manter o equilíbrio durante e após as festas. Para aqueles que costumam exagerar, uma dica de ouro para evitar a ressaca é não misturar os destilados (cachaça, uísque, vodca) com os fermentados (vinho e cerveja). Hidratar-se antes, durante e após ingerir qualquer bebida alcoólica também é fundamental para evitar os sintomas da indisposição, que incluem fadiga, sede, dor de cabeça, náuseas, sensibilidade à luz e ao som e tonturas. A água é importante para que o organismo funcione melhor, auxiliando o metabolismo a eliminar as toxinas ingeridas durante o dia e evitar o mal-estar da ressaca.

Além dos métodos naturais como hidratação e repouso, os medicamentos também são aliados no processo de recomposição da saúde. Eles ajudam a evitar a sobrecarga dos órgãos envolvidos no processo de digestão, bem como o fígado e o estômago. Anualmente, para o mês de dezembro, a fim de atender a demanda maior, a Drogaria Santa Marta aumenta a compra de medicamentos chamados colagogos e coleréticos, estimulantes da secreção e do fluxo biliar, e indicados para problemas digestivos, causados, na maior parte dos casos nesta época, por excessos de álcool e alimentos.

O farmacêutico Adriano Umbelino de Souza, da Drogaria Santa Marta, revela que os medicamentos mais requisitados nesse período são os ligados à desintoxicação do corpo, que incluem ativadores hepáticos que ajudam no funcionamento do fígado, antiácidos para a má digestão, analgésicos para dores de cabeça e mal-estar da ressaca, além dos antieméticos (remédios para enjoo e náuseas). “Nessa época, tentamos ajudar os clientes recomendando a ingestão de bastante líquido para melhorar a desintoxicação e evitar comidas pesadas e condimentadas para prevenir problemas maiores”, conclui o farmacêutico, reiterando que, em caso de persistência dos sintomas, é importante procurar o auxílio de um profissional de saúde.

Cuidado com a intoxicação

Fique atento ainda ao aspecto da comida, uma vez que microrganismos podem estar presentes nas mãos de seus preparadores e em utensílios mal lavados. Assim é possível evitar problemas como a intoxicação alimentar, provocada por organismos que aumentam sua reprodução em períodos quentes como o verão.

Foto: Divulgação

Abusou nas festas? Recupere-se!

Não existe receita milagrosa que ajude na desintoxicação, processo esse ocorre de forma natural no nosso organismo. O que se pode fazer para ajudar é consumir bastante água e outros líquidos como água de coco, sucos naturais, evitar alimentos gordurosos e dar preferência para fontes de carboidratos complexos como pão integral e arroz integral. Evite a bebida alcoólica para não sobrecarregar o fígado. Também é importante consumir alimentos de fácil digestão como frutas, verduras e legumes para ajudar nesse processo. Uma receita prática e rápida que pode ajudar é o suco verde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here