Avenida Goiás Norte recebe estações do BRT

(Foto: Divulgação / Prefeitura de Goiânia)

A maior delas está localizada logo abaixo da Praça do Trabalhador, ao lado do Terminal Rodoviário de Goiânia

Estruturas metalizas estão sendo montadas em diversos pontos ao longo da Avenida Goiás Norte. De acordo com a Prefeitura de Goiânia, a maior delas está localizada logo abaixo da Praça do Trabalhador, ao lado do Terminal Rodoviário de Goiânia. São as estações, ou plataformas, que farão a integração do BRT com os ônibus comuns.

Serão instaladas 14 plataformas de embarque e desembarque de passageiros, em um trecho de 11km, que deve integrar o Terminal Recanto do Bosque e a Avenida Independência. Além de dois novos terminais, o Rodoviária e o Perimetral.

Já foram investidos no terminal que está sendo construído ao lado da Rodoviária R$ 8,5 milhões com previsão de término para fevereiro de 2020. A área de 4.573 m², funcionará como um terminal de chegadas e partidas dos ônibus do BRT. Tem estrutura em perfis metálicos e contará com cobertura em telhas metálicas trapezoidais, tipo sanduíche, com proteção termoacústica, que isola a temperatura e o som, deixando o ambiente mais agradável.

Além das estações de embarque e desembarque, também serão construídas a administração com refeitório para os funcionários do sistema, central de resíduos, casa para o gerador de energia elétrica, casa de força para o quadro de energia (Q.E.), sala do servidor e sanitários públicos e para a administração. No espaço serão instalados bancos para os usuários, máquinas de venda automática (ATM) e do sistema sitpass e lixeiras para coleta seletiva. A estação contará também com bicicletário, estacionamento e uma caixa d’água com capacidade para 86 mil litros.


Plataformas alimentadoras

As plataformas alimentadoras possuem duas dimensões: as de 60 m de extensão, em espaço de 366 de m²; e as de 28 m de extensão, em espaço de 255 m², e todas possuem sistema de catracas para acesso. São compostas de uma área destinada à administração, bilheteria, sanitários públicos M, F e PNE, depósito geral, sala de perdidos e achados, bancos para descanso, lixeiras para coletas seletivas, máquinas de venda automática de produtos alimentícios, e máquinas do sistema sitpass para venda de passagens.

Para o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, a montagem das estruturas é mais uma etapa da construção do BRT. “Estamos cumprindo rigorosamente nosso cronograma de obras, comprometidos com a mobilidade urbana, melhorando e proporcionando mais conforto aos usuários do transporte público. O BRT, já podemos dizer, é uma realidade e os transtornos de hoje se transformarão em reconhecimento num futuro muito próximo”, enfatiza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here