No Brasil, ricos pagam 32% a menos de impostos do que nos países do G7

Vista aérea de Goiânia. (Foto: Reprodução)

Brasileiros com renda anual de R$ 6,2 milhões, pagam 27,5% de impostos

Estudo divulgado pela entidade UHY International, apontaram que no Brasil é o único país do G7 onde pessoas com rendas elevadas pagam 32% menos impostos que a média observada nos países que compõe o grupo: Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido – países apontados como os mais industrializados do mundo. 

A pesquisa realizada pela UHY International – que congrega empresas de auditoria e similares em 95 países – foi divulgada dia 22 de setembro pelo G1. Segundo reportagem publicada no site Brasil de Fato, a entidade analisou o grupo através da ampliação da cobrança conforme a elevação salarial, o que não é verificado no Brasil, onde uma pessoa que ganha US$ 1,5 milhão (R$ 6,2 milhões) por ano, por exemplo, paga os mesmos 27,5% de impostos. No G7, a média para essa categoria é de 47,9% e, na Europa, a taxa fica em 44,2%.  

Outro ponto destacado pelo economista Rodrigo Orair, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é a avaliação da taxa tributária de 27,5% aplicada sobre altas rendas no Brasil não dá a real dimensão da diferença entre a realidade local e os demais países analisados.

De acordo com o economista, a pesquisa da UHY International examina, somente a incidência de impostos sobre os rendimentos de pessoas físicas e, portanto, não leva em conta nuances que, no sistema tributário brasileiro, por exemplo, fazem a diferença ao se comparar a média de impostos cobrados para classes mais elevadas. Segundo ele a diferença entre Brasil e o G7 pode ser ainda maior.

*Com informações do site Brasil de Fato

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here