Tsunami da Educação

Reprodução: Brasil de Fato

Estudantes de universidades e institutos federais protestam nesta terça feira, após corte de R$ 6,1 bilhões na educação

Nesta terça-feira (13), mais de 150 municípios em todo o Brasil se preparam para mais uma série de atos em prol da educação. A mobilização convocada pela União Nacional dos Estudantes (UNE), chamada Tsunami da Educação, tem como principais alvos de protesto os cortes na educação, o programa do governo federal “Future-se”, que pretende terceirizar o financiamento do setor, a precarização do ensino público e a reforma da Previdência, que está em tramitação no Senado. 

Os atos são continuação de outros protestos promovidos pela UNE, como as realizadas nos dias 15 e 30 de maio. Desde o começo do ano, universidades e institutos federais já sofreram contingenciamento de R$ 6,1 bilhões. As instituições já declararam publicamente o risco de perder suas atividades devido à falta de investimento.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública no Ministério da Educação (MEC), em Brasília, nos dias 7, 12 e 13 de agosto. No Twitter, a hashtag #Tsunami13Agosto já é um dos assuntos mais comentados da rede social, com mais 9 mil tweets sobre o assunto.

Em Goiânia, as manifestações saem da Praça Universitária, a partir das 15 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here