Xingamentos homofóbicos em estádios agora podem suspender jogo

(Foto: Richard Heathcote / GETTY IMAGES)

Casos graves devem ser analisados pelos tribunais desportivos de cada país, segundo a Fifa

Um comunicado da Federação Internacional de Futebol (Fifa), enviado nesta quinta-feira (25), para seus filiados, informa que o protocolo contra atos discriminatórios, incluindo racismo e homofobia, terá que ser realizado em todos os jogos oficiais realizados pelo mundo, inclusive em campeonatos nacionais de clubes.

Segundo o documento, se o árbitro identificar qualquer atividade que considere discriminatória ele terá que seguir três passos, que a Fifa já desempenha em seus torneios desde a Copa das Confederações da Rússia, em 2017, mas para os organizados pelas confederações ainda não havia a obrigatoriedade. Em casos extremos o jogo pode ser até suspenso definitivamente, mesmo se já tiver sido iniciado.

A partir de agora, vai depender do árbitro de campo, que se considerar as ofensas excessivas, ou observar outro ato discriminatório, ele terá que realizar esses três procedimentos: 

1) Paralisar o jogo, com os atletas dentro de campo, e solicitar para que os alto-falantes e telões do estádio peçam para que as manifestações parem. Se for um caso de gesto de alguns torcedores e não uma reação da maior parte do estádio, ele pode seguir o mesmo procedimento se observar o fato ou se algum jogador ou profissional que estiver participando do confronto denunciar. 

2) O segundo passo é interromper a partida por alguns minutos, com a possibilidade até dos atletas irem ao vestiário. Novamente o recado tem que ser dados por alto-falantes e telões pedindo que a manifestação discriminatória pare. 

3) O último passo é a suspensão definitivo da partida, independentemente do tempo decorrido de jogo. Um anúncio deverá ser feito sobre o motivo e solicitado que todos os torcedores deixem o estádio.

Casos graves devem ser analisados pelos tribunais desportivos de cada país, segundo a Fifa. Um clube que for condenado por atos discriminatórios de seus torcedores pode ser apenas multado e ter número de espectadores limitado em jogos como mandante, mas há punições mais graves como jogar totalmente sem torcida, perder pontos e até ser rebaixado de divisão. 

*Com informações do site UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here