Nos pênaltis, Brasil vence o Paraguai e avança na Copa América

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Após 0 a 0 no tempo normal, Seleção bate a Albirroja por 4 a 3 na Arena do Grêmio e está garantida na semifinal, onde enfrentará Argentina ou Venezuela

Após 90 minutos de muita insistência tentando furar o bloqueio do Paraguai, na Arena do Grêmio, a Seleção Brasileira avançou ao empatar em 0 a 0 no tempo normal e vencer por 4 a 3 nos pênaltis, na partida desta quinta-feira (27). Alisson fez ótima defesa na cobrança de Gustavo Gómez, enquanto Willian, Marquinhos, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus converteram para a Canarinho. Com a vitória, o Brasil se classificou para a semifinal da Copa América 2019.

O adversário do Brasil será definido na próxima fase da competição, que sairá do confronto entre Venezuela e Argentina. O jogo será nesta sexta-feira (28), às 16h, no Maracanã.

A semifinal será na próxima terça-feira (2), no Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo

Dominando as ações da partida, a Seleção Brasileira ficou perto de abrir o placar logo aos três minutos de bola rolando. Everton trabalhou com Daniel Alves pelo meio, que puxou ótimo contra-ataque e rolou para Firmino, que dominou e finalizou para a defesa de Gatito Fernández.

Com maior posse de bola, o Brasil foi buscando opções diante da forte marcação paraguaia, principalmente em cima de Arthur e Everton. Outra boa tentativa de furar o bloqueio adversário saiu aos 22 minutos, quando Philippe Coutinho roubou a bola e passou para Firmino, dentro da área, que acabou vendo o goleiro ficar com a bola. Na única chance criada pelos paraguaios, Derlis Gonzáles recebeu cruzamento da esquerda e chutou forte, vendo Alisson fazer uma excelente defesa. Antes do fim do primeiro tempo, Filipe Luís deu bom passe para Coutinho, na esquerda, que bateu de canhota e foi parado em Gatito.

Na volta do intervalo, a Canarinho seguiu firme na tentativa de furar o bloqueio do Paraguai, que permaneceu atuando de forma compacta e fechando os espaços. A primeira finalização foi com Coutinho, aos quatro minutos, que chutou fraco e viu o goleiro adversário fazer a defesa com tranquilidade. Depois, aos sete, Arthur recebeu na direita e chutou no canto, mas para fora. Aos 14, Daniel Alves cobrou falta da entrada da área, e Gatito fez a defesa. O goleiro ainda pegou mais duas ótimas finalizações do Brasil.

Aos 24 minutos, Arthur chutou colocado, e o camisa 12 espalmou. Depois, aos 42, Coutinho cobrou falta da esquerda, e o goleiro fez boa defesa na cabeçada de Alex Sandro. Outra ótima chance da Seleção foi aos 44, quando Willian tabelou com Firmino e finalizou de canhota, mas a bola bateu no pé da trave e não entrou.

Com o insistente 0 a 0 no placar, a decisão foi para os pênaltis, onde a vaga foi confirmada para o Brasil. Alisson voou no canto esquerdo para pegar a primeira cobrança de Gustavo Gómez. Derlis Gonzáles e Firmino chutaram para fora. E Willian, Marquinhos, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus converteram para a Canarinho, que venceu por 4 a 3.

FICHA TÉCNICA BRASIL (4) 0X0 (3) PARAGUAI

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 27 de junho de 2019, quinta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Roberto Tobar (Chile)

Assistentes: Christian Schiemann e Cláudio Rios (ambos do Chile)

Público: 45.495 pagantes/2.716 não pagantes Renda: R$ 10.352.430,00

Cartões amarelos: Filipe Luís, Roberto Firmino e Arthur (Brasil); Arzamendia, Piris e Alonso (Paraguai)

Cartão vermelho: Balbuena (Paraguai)

Pênaltis:

Brasil: Willian (acertou), Marquinhos (acertou), Philippe Coutinho (acertou), Roberto Firmino (errou) e Gabriel Jesus (acertou)

Paraguai: Gustavo Gómez (errou), Miguel Almiron (acertou), Bruno Valdez (acertou), Rodrigo Rojas (acertou) e Derlis González (errou)

BRASIL: Alisson; Daniel Alves (Lucas Paquetá), Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Allan (Willian), Arthur e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus, Everton e Roberto Firmino

Técnico: Tite

PARAGUAI: Gatito Fernández; Iván Piris, Gustavo Gómez, Fabián Balbuena e Junior Alonso; Hernán Pérez (Rodrigo Rojas), Richard Sánchez (Juan Escobar), Celso Ortiz e Santiago Arzamendia (Bruno Valdez); Derlis González e Miguel Almirón

Técnico: Eduardo Berizzo

Com informações da CBF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here