Airbnb pagará translado dos corpos dos brasileiros mortos no Chile

(Foto: Reuters/Direitos Reservados)

Vazamento de gás causou a morte dos seis turistas que estavam de férias em Santiago

Seis turistas brasileiros morreram nessa quarta-feira (22) em Santiago, Chile, por inalação de gás, ao que parece monóxido de carbono. As vítimas são quatro adultos e dois adolescentes. Os turistas estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade, para comemorar o aniversário de 15 anos de uma das vítimas.

A família de turitas foram identificadas como:

Fabiano de Souza, 41 anos

Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos

Caroline Nascimento de Souza, 14 anos

Felipe Nascimento de Souza, 13 anos

Jonathas Nascimento Krueger, 30 anos

Adriane Krueger, 27 anos

Familiares estavam organizando uma vaquinha online no valor de R$ 100 mil, para pagar o transporte dos corpos e enterro. Na tarde desta quinta-feira (23) o Airbnb – empresa responsável pela locação do imóvel para a família –, anunciou que vai custear o traslado dos corpos dos turistas brasileiros. Em nota a empresa lamentou o “trágico incidente” que deixou seis turistas brasileiros mortos. “Nós nos solidarizamos com os familiares e estamos em contato para prestar todo apoio necessário aos familiares neste momento difícil. A segurança de nossa comunidade de viajantes e anfitriões é a nossa total prioridade.”

De acordo com o Itamaraty, o Consulado do Brasil soube com antecedência que os brasileiros estavam passando mal e alertou as autoridades locais. Porém, eles já estavam mortos, quando os bombeiros e paramédicos chilenos chegaram ao apartamento.

O oficial da Polícia de Santiago, Rodrigo Soto, confirmou que recebeu um telefonema do Consulado Brasileiro que alertava sobre o problema do apartamento no sexto andar de um prédio da cidade, em que os turistas estavam hospedados. Segundo ele, “informações preliminares apontam para um vazamento de gás”.

Confira a nota do Airbnb:

“O Airbnb irá arcar com os custos de traslado dos corpos, incluindo a ida/volta dos familiares ao Chile”.

Estamos profundamente consternados com este trágico incidente. Nós nos solidarizamos com os familiares e estamos em contato para prestar todo apoio necessário aos familiares neste momento difícil. A segurança de nossa comunidade de viajantes e anfitriões é a nossa total prioridade.”

Com informações da Agência Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here