Fenasul chega a Goiânia

A maior feira gaúcha do Brasil, Fenasul, chega a Goiânia no Master Hall, de 23 de maio a 02 de junho. Em sua 13ª edição, a festa contará este ano com o inédito Tombo da Polenta, uma das maiores atrações da cultura Italiana e do Rio Grande do Sul. Com o intuito de resgatar um pouco dessa tradição da Itália, o Grupo Polenteiros se apresentará nos dias 23, 24, 25 e 26 de maio. A Fenasul reúne atrações culturais, moda, artesanato e gastronomia do Sul do País. Serão mais de 50 expositores com produtos tradicionais, Festival de Cucas, artesanato, decoração, moda couro, os tradicionais chocolates de Gramado, salames, queijos, vinhos e muito mais.

Wrap Premiado

A promoção “Wrap Premiado” da rede de franquias goiana Fast Açaí, presente em 12 estados e no Distrito Federal, premiará 5.130 sortudos entre os dias 15 de maio e 30 de novembro de 2019, em todo o território nacional. Além de saborear wraps saudáveis, feitos com ingredientes naturais e nutritivos nos sabores: Filé com Cheddar, Frango com Requeijão, Pizza, Carne Seca com Cabotiá, Vegetariano, e Banana, mel e canela, os clientes concorrerão a 10 bicicletas aro 26, 10 miniBands 3, 10 power bankssqueezes, bonés e 1.500 vale-wraps.

Para participar da promoção, basta comprar um wrap nas lojas participantes da rede. Cada wrap comprado dará ao cliente o direito a um cupom vale-brinde, que será entregue no ato da compra. O cliente premiado deverá acessar o site da Fast Açaí (www.fastacai.com.br), preencher os dados no cadastro na página da promoção e dirigir-se à loja em que efetuou a compra, apresentando o cupom sorteado para retirar o brinde correspondente. Os prêmios “boné”, “squeeze 750 ml” e “vale-wrap” serão entregues na própria loja em que o ganhador efetuou a compra.

Os demais prêmios serão entregues conforme orientado no regulamento (disponível no site www.fastacai.com.br e nas lojas da rede).

Ação em Goiânia destaca importância das plantas medicinais

Evento acontece dia 21 de maio, durante todo o dia, na Faculdade Estácio de Goiás e terá diversas mesas redondas com profissionais da saúde

A Faculdade Estácio de Goiás realiza na próxima terça-feira, dia 21 de maio, evento para destacar a importância das plantas medicinais. A ação acontece das 7h30 às 21h30, e contará com diversas mesas redondas com profissionais da saúde sobre o tema, em especial, sobre a Fitoterapia, em decorrência do aniversário do ilustre Professor Francisco José de Abreu Matos, criador das Farmácias Vivas. Na oportunidade, será realizada uma homenagem ao seu legado, importante luta para o desenvolvimento da fitoterapia no Brasil. As atividades serão gratuitas.

Durante todo o dia, serão ministrados na Instituição de Ensino bate-papos com os temas: Práticas Integrativas no Sistema Único de Saúde (SUS), Práticas Integrativas nas Profissões de Saúde, Fitoterapia no SUS, Uso de espécies vegetais no Cerrado para o tratamento de vitiligo e psoríase e Plantas Medicinais em formulações de sistemas Médicos Tradicionais. Além disso, acontecerão práticas de Auriculoterapia, Ventosa, Reike, Costelação Familiar e Saboaria Natura, das 14h às 17h. E a apresentação da Pesquisa “Enzimas e Peptídeos derivados de Fungos para Aplicações Biotecnológicas contra Vetores”, que ganho o prêmio de 2º lugar de pôster oral no European Biotechnology Congress 2019.   

Foto: Divulgação

Serviço: Ação sobre a importância das plantas medicinais

Valor: Gratuito

Data: 21 de maior (terça-feira)

Horário: Das 7h30 às 21h30

Atividades: 7h30 – Abertura do Evento

8h30 – Mesa Redonda: Práticas Integrativas no SUS

10h – Mesa redonda: Práticas Integrativas nas profissões de saúde

14h – Prática de Auriculoterapia/ Ventosa

14h – Prática de Reike

14h – Prática de constelação familiar

14h – Prática de Saboaria Natural

18h45 – Homenagem ao Professor Francisco José de Abreu Matos

19h – Mesa redonda: Fitoterapia no SUS

20h – Apresentação do trabalho: Furanocumarinas em espécies vegetais no Cerrado, para o tratamento de vitiligo e psoríase

20h30 – Mesa Redonda: Plantas Medicinais em formulações de sistemas Médicos Tradicionais

Local: Faculdade Estácio de Goiás – Av. Goiás, Nº 2151 – Centro, Goiânia – GO.

Farmácias de Goiás já estão aceitando receitas médicas de outros estados


Noventa dias após entrar em vigor, lei que deu validade nacional às receitas médicas beneficia usuários de medicamentos controlados que precisam continuar seus tratamentos mesmo estando fora do estado onde a receita foi emitida

As farmácias e drogarias de Goiás já estão aceitando receitas emitidas em outros estados para liberar a venda de medicamentos controlados e manipulados. O procedimento atende a lei federal, em vigor há 90 dias, que deu validade nacional às prescrições médicas. Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado de Goiás (Sincofarma-GO), nesses três meses da nova regra, usuários de outras unidades da federação já foram beneficiados pela lei ao poder adquirir seus medicamentos em Goiás sem precisar voltar ao estado de origem.

Presidente do Sincofarma-GO, João Aguiar Neto diz que a medida facilita a vida principalmente de pessoas que têm de viajar para fazer tratamento em outro estado. “É o caso, por exemplo, de quem mora em Goiás e se trata no Distrito Federal, e vice-versa. Não havia razão para obrigar esse usuário a viajar a outro estado para exercer o direito de comprar um medicamento essencial. O país é um só”, argumenta.

João Aguiar presidente do sincofarmago |Foto: Monatha Nogueira

Aguiar comenta também que essa lei federal atende as necessidades de quem, por qualquer outro motivo, viaja com frequência. O presidente do Sincofarma-GO salienta que as pessoas devem ter assegurado o direito de aviar suas receitas na localidade onde se encontram, para não ter de arcar com os custos e o tempo gasto no deslocamento até seu estado de origem só para comprar remédio.

A lei federal 13.732/2018 resulta de projeto apresentado no Senado em 2012 pelo então senador Jayme Campos (DEM-MT). Na época, o parlamentar ressaltou na proposta que “a consequência [dessa restrição] é, não raro, a interrupção ou suspensão do tratamento, porque o remédio deixa de ser administrado por falta de acesso e não por determinação médica, o que pode ser extremamente danoso à saúde do paciente”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here