Caoa permanece em Goiás

(Foto: Reprodução)

Presidente da empresa afirmou que, apesar do corte nos incentivos fiscais, a montadora não irá deixar o Estado

O presidente da Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, afirmou na segunda-feira, 13, que o aumento da alíquota de ICMS em Goiás não vai levar a montadora de veículos Hyundai a deixar a cidade de Anápolis. Ele fez a declaração após se reunir o ministro Paulo Guedes.

O corte dos benefícios foi aprovado no final do ano passado e há novas reduções sendo discutidas na Secretaria da Fazenda do Estado.

Andrade elogiou o governador Ronaldo Caiado (DEM): “O governador Ronaldo Caiado é um homem muito íntegro, percebe bem as coisas, quer que o Estado dele cresça. Estamos numa situação em que ele vai aumentar o ICMS, o que nos prejudica. Mas o Ronaldo Caiado tem que olhar seu Estado. Está numa situação muito delicada. Ele está fazendo tudo que pode fazer. Mas não é por esse motivo que vamos deixar Goiás, sair de Goiás”, afirmou o empresário.

A Caoa está em processo de negociação para adquirir a Ford, em São Bernardo do Campo (SP). Na contra mão de Goiás, o governador de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou programas de redução de ICMS para o setor automotivo.

Com informações do BR18

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here