Alunas protestam contra assedio dentro da escola

Essa é a primeira vez que as estudantes se manifestam fora das redes sociais

Em uma manifestação realizada nesta segunda-feira (25) no Parque Vaca Brava, estudantes protestaram contra assédios alunas sofrem em escolas e colégios de Goiânia. Nos últimos dias, várias alunas vêm relatando em um perfil no Instagram casos de assédio dos quais foram vítimas.

A conta foi criada após uma postagem do Colégio WR na rede social feita para comemorar o Dia Internacional da Mulher e que recebeu vários comentários criticando a conduta do professor e diretor da instituição, Rubens Ribeiro Guimarães, o Rubão, como é conhecido.

Essa é a primeira manifestação presencial de alunas contra os assédios sofridos, após a criação no perfil @meuprofessorassediador, onde estudantes e ex-alunas da instituição relatam os casos de assedio.

Na última publicação do perfil meuprofessorassediar, consta um relato de 2014 de uma aluna de cursinho, não foi divulgado nome da instituição, sobre um comentário inapropriado do professor. ”Uma vez o ar condicionado da sala estava muito gelado e lembro de ter pedido para o professor se eu poderia pedir para aumentar a temperatura. Ele, em uma clara situação que hoje percebo como abuso de poder, disse: “Meu bem é só você vir sentar mais perto de mim que eu te esquento”. Lembro de ter ficado extremamente constrangida e a sala (mesmo constituída em sua maioria por mulheres) inteira riu” diz relato no @meuprofessorassediador.

O site NewsGo fez uma matéria especial sobre a repercussão da postagem do Colégio WR pelo Dia Internacional da Mulher, com relatos das vítimas de assédio leia a matéria completa.

Com informações da estagiária Tássia Tanara, orientada pela jornalista Dhayane Marques, pelo programa de extensão da PUC Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here