“Parlamento não está casado com o governo”, afirma delegado Waldir

(Foto: Reprodução)

Líder do PSL na Câmara diz que o presidente Jair Bolsonaro errou ao escolher governar com as bancadas, não com os partidos políticos

Depois de criticar a reforma da Previdência e a falta de articulação do governo com o Congresso, o líder do PSL na Câmara, deputado delegado Waldir, foi convidado a almoçar hoje com o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR).

Mas se o objetivo do almoço era amenizar o discurso do líder do PSL o rega-bofe não teve esse efeito. O Delegado Waldir reafirmou ao News GO que sem resolver as divergências entre os dois poderes a reforma da previdência não anda no Congresso. “O clima ficou mais acirrado com a prisão de Michel Temer e Moreira e Franco e com as manifestações do filho do presidente contra Rodrigo Maia”, afirmou o deputado, que tem feito mais críticas ao projeto de reforma dos militares que a própria oposição. “Não podemos pedir sacrifício para as outras carreiras se a proposta dos militares não traz igualdade.”

O deputado tem dito que o governo só tem 55 votos na Câmara e precisa se esforçar para construir sua base, “o que depende exclusivamente da Casa Civil”, afirma. Segundo o delegado, o governo agiu errado ao escolher governar com as bancadas – do agronegócio, evangélica – e não em parceria com os partidos políticos e com o parlamento. “Hoje, o parlamento não se sente governando, não está casado com o governo e o governo está solteiro”, disse.

No almoço, ficou acertado que o ministro Paulo Guedes (da Economia) irá na próxima semana à CCJ conversar com os parlamentares sobre o projeto de reforma. Segundo o deputado goiano, esse pode ser o primeiro passo para resolver as divergências que emperram o andamento do projeto da reforma da Previdência. “O governo precisa dialogar com os deputados”, conclui.

Com informações da estagiária Tássia Tanara, orientada pela jornalista Dhayane Marques, pelo programa de extensão da PUC Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here