Líder do PSL diz que queda da Bolsa ‘é culpa do governo’

Delegado Waldir é líder do PSL na Câmara. (Foto: Ag/Câmara dos Deputados)

Deputado fez a declaração, após decisão do PSL de adiar a escolha do relator da reforma da Previdência na CCJ

Por Agência Estado

Enquanto o mundo político pega fogo pela prisão de Michel Temer, o governo de Jair Bolsonaro continua batendo cabeça internamente. A última veio do próprio líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), que botou a boca no trombone para reclamar da reforma dos militares. Ele culpou o Planalto e o texto enviado ontem para o Congresso pelo mau desempenho da Bolsa na quarta-feira e na quinta-feira (quando a prisão do ex-presidente deu uma “mãozinha” para acirrar os ânimos dos investidores).

“Quem fez a Bolsa cair foi o governo”, disse ao ser questionado pelo Estadão se a decisão do PSL de adiar a escolha do relator da reforma na CCJ motivou o desempenho ruim da Bolsa. Ele disse que a decisão da sigla foi devido a necessidade de saber se haverá “equidade” entre a categoria dos militares e as outras carreiras. “Esperamos que o governo envie equipes técnicas para explicar melhor a proposta e possamos prosseguir”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here