Ex-presidente é preso pela Lava Jato

O ex-presidente Michel Temer foi preso na manhã desta quinta-feira, 21, pela Operação Lava Jato, em São Paulo. A determinação é do juiz da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas. A Polícia Federal também tenta cumprir o mandado de prisão contra o ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

O ex-presidente Michel Temer (MDB) foi preso na manhã desta quinta-feira, 21, pela Operação Lava Jato, em São Paulo. A determinação é do juiz da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas. A Polícia Federal também cumpriu o mandado de prisão contra o ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. São cumpridos oito preventiva e duas temporárias em São Paulo, Rio, Porto Alegre e Brasília.

A operação deflagrada é um desdobramento da Operação Radioatividade, e tem como base a delação do empresário José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. Além de Temer e Franco, são alvos da operação o ex-ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), o coronel reformado da Polícia Militar João Batista Lima Filho e mais quatro pessoas.

Michel Temer foi preso, com base na deleção de Lucio Funaro, que apontou um esquema de corrupção no Congresso. Os documentos entregues pelo delator e planilhas entregues à Justiça, identificou responsáveis por transferir valores para políticos e empresários no exterior, os doleiros Vinícius Claret, o Juca Bala, e Claudio Barbosa, o Toni.

Nas planilhas também constam transferências para Altair Alves Pinto, apontado pelos doleiros como “o homem da mala”. Altair seria o operador de Eduardo Cunha e responsável por repassava dinheiro a Michel Temer e para Cunha.

“Acredita que no final de 2013 ou início de 2014, o depoente foi levado por Moreira Franco para um almoço no Palácio do Jaburu, em Brasília/DF, com o senhor Michel Temer, então Vice-presidente da República, ocasião em que além de amenidades discutidas, Moreira Franco discorreu para o senhor vice-presidente sobre as concessões importantes em que o Grupo Engevix do depoente estava envolvido, ocasião em que Moreira também falou claramente para o senhor vice-presidente que o depoente estava disposto a ajudar com as demandas do partido (PMDB)”, disse em seu depoimento.

Com informações da Agência O Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here