Líder do governo reforça que o dinheiro será destinado “especificamente” à quitação da folha dos servidores de escolas integrais

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou ontem (14), em definitivo o texto que autoriza a abertura de novo crédito especial à Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc). A suplementação, segundo o processo encaminhado pelo Governo do Estado, será para pagar a folha de dezembro dos servidores da educação. A matéria prevê ainda, o recurso, estimado em R$ 20 milhões.

A Seduc também teve outro crédito especial aprovado na última terça-feira (12), no valor de R$ 28.691.087,16. O Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Goiás (Sintego) acredita que com a aprovação da verba, os servidores que recebem a faixa salarial até R$ 4,5 mil recebam nos próximos dias.

De acordo com o líder do governo na Alego, deputado Bruno Peixoto (MDB), a suplementação será destinada “especificamente à quitação de pagamentos atrasados de servidores das Escolas de Tempo Integral do Estado”.