Ninguém vai colocar mordaça no presidente, diz líder do PSL sobre polêmicas de Bolsonaro nas redes

Delegado Waldir afirma que o presidente precisa ter liberdade para falar, pensar e agir

Eduardo Bresciani – O Globo

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), minimizou nesta quarta-feira, 13, as críticas geradas por polêmicas criadas pelo presidente Jair Bolsonaro em redes sociais. Ele afirmou que Bolsonaro não pode ser censurado nem alvo de “mordaça”.

— Ninguém vai censurar o nosso presidente, ninguém vai colocar mordaça no nosso presidente, ele tem liberdade de falar, pensar e agir — disse o líder do partido do presidente.

Waldir defendeu a publicação de um material pornográfico na página de Bolsonaro afirmando que o presidente estava defendendo a família ao “denunciar” o ato ocorrido em um bloco de Carnaval. Ele sustentou que todas as postagens feitas pelo presidente estão alinhadas a propostas e ideias defendidas por ele na campanha. Chegou a brincar que as publicações seriam positivas para a imprensa porque gerariam mais acesso nos sites e vendas de jornais.

O líder do PSL minimizou possíveis impactos das polêmicas na aprovação de matérias importantes para o Planalto, como a reforma da Previdência. Ele afirmou que o governo vem trabalhando na sua articulação para conseguir aprovar a proposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here