Hospital Municipal de Aparecida inicia segunda fase de funcionamento

A unidade já realiza internações, cirurgias, exames e consultas

O Hospital Municipal de Aparecida (HMAP) inaugurado no final de dezembro de 2018 inicia nova etapa de funcionamento nesta terça-feira (26). A previsão é comece a funcionar nessa nova fase, mais de 60 leitos de enfermaria clínica, 20 leitos de UTI adulta, 20 leitos de urgência, duas salas cirúrgicas, laboratório clínico, radiologia, ultrassonografia, endoscopia e exames de diagnóstico.


Aparecida recebeu nos últimos anos recebeu três Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) e de acordo com o secretário da Saúde, Alessandro Magalhães, o HMAP incrementou a rede de saúde do município. “Agora, também temos um Hospital com 230 leitos, sendo 30 UTI´s, e 180 apartamentos, com toda a infraestrutura para diagnóstico, cirurgias e internações”, pontuou.


“Um dos maiores problemas que nossa saúde enfrenta é a disponibilidade de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s). Com o HMAP, estamos reduzindo a fila de espera para essas internações. Agora, os pacientes das nossas UPA’s, bem como de outras unidades têm um local referência para tratamentos complexos, que atende essa demanda”, afirmou o prefeito Gustavo Mendanha.

O HMAP vai funcionar com sua capacidade total em dezembro, a performance do hospital está sendo desempenhada em etapas para garantir a segurança do paciente. A unidade segue um cronograma, para julho serão abertos mais 30 leitos de clínica médica, 30 de pediatria, 10 de UTI pediátrica, ressonância magnética e tomografia entram em funcionamento e em dezembro começam a funcionar mais 60 leitos de clínica cirúrgica e oito salas cirúrgicas.

A unidade hospitalar foi construída para realizar mais de 12 mil atendimentos, 900 internações e 25 mil exames mensais. Além de abrigará os primeiros leitos de internação pediátrica da cidade, evitando assim o deslocamento intermunicipal.

Com informações da estagiária Tássia Tanara, orientada pela jornalista Dhayane Marques, pelo programa de extensão da PUC Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here