Todo esse lixo é responsável pelos alagamentos na cidade. Com as bocas de lobo entupidas a água não tem para onde escoar

A Secretaria de Infraestrutura de Goiânia, durante o mês de janeiro, as sete regiões de capital, receberam serviços de limpeza de bocas de lobo e de ramais de galerias pluviais. Registrou a limpeza de mais de 2 mil bocas de lobo e quatro quilômetros de galerias de águas pluviais. Ao todo, 300 toneladas de lixo foram retiradas desses locais. 

De acordo com a Seinfra, somente nos setores Urias Magalhães, Setor Oeste, Bairro São Francisco, Vale das Pombas e Setor Santo Hilário, a secretaria recolheu cerca de 125 toneladas de resíduos. Os serviços integram ações de manutenção e limpeza realizadas pela Prefeitura de Goiânia. 

Segundo o engenheiro civil e de segurança do trabalho, Dolzonan da Cunha Mattos, titular da Seinfra, o acúmulo de entulho impede a captação da água da chuva, ocasionando alagamentos e o entupimento das bocas de captação pluvial. “O entupimento está diretamente ligado ao descarte irregular de resíduos em ruas e calçadas. O impacto dessa sujeira mostra seus efeitos no período chuvoso. O lixo vai parar nas bocas de lobo, impedindo o escoamento da chuva e a água acumulada invade ruas, calçadas e até residências”, explica. 

Os serviços são realizados diariamente, durante o ano, como prevenção para o período chuvoso. No entanto, a população também deve fazer a sua parte. “A primeira atitude é não jogar lixo nas ruas e calçadas, pois mesmo os pequenos resíduos, quando acumulados, entopem o sistema de escoamento das águas pluviais. Entre os detritos mais encontrados nas redes estão garrafas pet, embalagens plásticas, pneus velhos, latinhas e sacolas de lixo”, orienta Dolzonan Mattos.

Descarte correto

O tituar da Seinfra, afirma ainda que materiais como móveis, pneus velhos, galhos de árvores e entulhos devem ser descartados da maneira correta. “Além disso, sacolinhas e sacos plásticos, usados para colocar o lixo, devem ser mantidos em lugares altos e apropriados, como lixeiras”, explica. 

Os cidadãos que quiserem solicitar os serviços da Seinfra poderão entrar em contato pelos telefones ‪3524-8363 e ‪3524-8373 ou encaminhar uma mensagem pelo aplicativo WhatsApp para o número ‪(62) 98493-7229.