Moro garante suporte para que Goiás se torne referência no combate à corrupção

(Foto: Júnior Guimarães |Divulgação)

Núcleo de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado de Goiás reunirá forças policiais, Ministério Público e a Secretaria da Fazenda

Durante reunião em Brasília, nesta segunda-feira, 4, o governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM) participou da apresentação do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, sobre o Projeto de Lei Anticrime. Na ocasião, Caiado apresentou propostas de políticas públicas de combate à corrupção e ao feminicídio nos estados.

Caiado explicou que o do Núcleo de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado reunirá forças policiais, Ministério Público, e a Secretaria da Fazenda. “É um compromisso, e seria muito importante se nós tivéssemos acesso aos dados do Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras], e as participações do Ministério da Justiça, Receita Federal e da Polícia Federal”, explicou.

A iniciativa foi aprovada por Moro, ao garantir todo o suporte para que Goiás se torne referência no combate à corrupção. Com relação as facções criminosas o governador assinalou que já deu início ao debate com a Ordem dos Advogado do Brasil (OAB), para que tenha mais rigor sobre a revista dos advogados e a visita íntima que, em sua opinião, “facilitam a ação dos criminosos”.

Feminicídio foi outro tema de grande relevância apresentado pelo governador; segundo ele, “discutido no Congresso Nacional e vetado pelo ex-presidente Michel Temer”. O democrata defende que “a autoridade policial possa dar o mínimo de ação protetiva às mulheres que são violentadas”. O governador cobrou, também, rigor no combate a crimes comandados por chefes de facções criminosas de dentro dos presídios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here