Por Bruno Bovo

Nesta sexta-feira (25) a Capcom lançou Resident Evil 2, mas o correto não seria relançou?

Não, a Capcom acertou quando fez de Resident Evil 2 um “remake inédito,” trazendo uma experiência única tanto pra quem jogou o game no Playstation em 1998 quanto quem joga pela primeira vez.

Resident Evil 2, conta a saga da dupla Leon Kennedy, um policial novato a caminho de seu primeiro dia de trabalho em Raccoon City,Claire Redfield, uma jovem que vai para a cidade descobrir o paradeiro de seu irmão Chris, um dos heróis do primeiro game.

Infelizmente, os dois se conhecem na pior circunstância possível: um ataque de mortos-vivos que transformou a cidade em um pandemônio.

Após serem separados e em busca de abrigo, cada um segue para a delegacia de Raccoon, onde acabam se envolvendo em um mistério envolvendo armas biológicas e a sombria empresa que controla todos os aspectos da cidade, a Umbrella Corporation.

A capcom fez com maestria os tons de exploração e terror do jogo, contando com uma trilha sonora excelente que aumenta a tensão em cada novo ponto do mapa, cada porta aberta é um possível susto, cada cadáver no chão tira a segurança pois nunca se sabe se o mesmo irá agarrar seu pé ou se é apenas inofensivo.

(Foto: Reprodução)

Com o remake,também voltamos a velha tensão de munição, pois caso gaste munição sem pensar, ficará sem em momentos cruciais, com isso o jogo nos obriga a traçar estratégias e fugir em certos momentos, sem contar que agora o jogo conta com alguns pontos de stealth, tornando a experiência completa.

Aproveitando o embalo do remake, a Netflix anunciou que está desenvolvendo uma séria baseada no Game. O ano de 2019 mal começou, e já trouxe uma das melhores experiências do ano para os amantes de Games.

Resident Evil 2, também conhecido no Japão por Biohazard é produzido pela Capcom, é um jogo de survival horror e está disponível para PS4, Xbox One e PC.