O Brasil amargou sua primeira derrota no Campeonato Sul-Americano sub-20 do Chile. Na noite desta quarta-feira, em Rancagua, os comandados de Carlos Amadeu tiveram mais uma atuação apática na competição e perderam para os donos da casa por 1 a 0, em duelo válido pela quarta rodada do Grupo A.

O resultado faz a Seleção perder uma posição e cair para o terceiro lugar da chave, com quatro pontos. O Chile, por sua vez, atinge a mesma pontuação, mas ultrapassa os brasileiros e assume a vice-liderança pelo número de gols feitos: 3 a 2.

A Venezuela, que venceu a Bolívia por 1 a 0 em outra partida disputada nesta quarta-feira, lidera o Grupo A com nove pontos, mas tem um jogo a mais que o restante dos integrantes da chave.

Para se garantir na segunda fase, o Brasil precisa vencer a Bolívia na próxima sexta-feira, a partir das 18h10 (de Brasília), novamente em Rancagua. O Chile encara a Colômbia às 20h30 do mesmo dia.

O Sul-Americano sub-20 de 2019 é disputado por dez seleções, divididas em dois grupos. Ao final de cinco rodadas, avançam para o hexagonal final as três melhores de cada chave. Os quatro primeiros colocados do torneio se classificam para o Mundial da categoria, que acontecerá na Polônia, entre 23 de maio e 15 de junho.

A primeira grande chance de gol foi do Chile. Aos 12 minutos, Iván Morales saiu na cara de Phelipe, que evitou o gol com o pé esquerdo. A resposta veio em seguida e exigiu três grandes defesas de Ureta em um único lance. Primeiro, em finalização de fora da área de Igor Gomes. Depois, no rebote de Papagaio. Por fim, o goleiro fez novo milagre em chute à queima-roupa de Rodrygo.

Na sequência, ao cometer falta em Sepúlveda, Papagaio sofreu um entorse no tornozelo esquerdo e precisou ser substituído por Lincoln. O palmeirense realizará exames nesta quinta-feira para saber se sofreu uma lesão. Aos 41 minutos, o Chile abriu o placar. Após Diego Valencia ser lançado na área e bater cruzado, Morales apareceu livre na pequena área para completar.

O Brasil voltou com suas linhas mais adiantadas e quase empatou aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio da esquerda, a bola sobrou para Ramirez na área. O meia do Bahia chutou torto, e a bola desviou antes de parar nas mãos de Ureta.

Apostando nos contra-ataques, o Chile levava perigo ao Brasil, como no lance em que Sepúlveda mandou por cima do gol depois de ter feito boa jogada na entrada da área. Em busca do empate, Carlos Amadeu colocou o são-paulino Jonas Toró na vaga de Tetê. Apesar da mudança, a Seleção continuou abusando dos erros de passe no campo de ataque e não conseguiu reagir na partida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here