Palmeiras chega a acordo com clube chinês e contrata Ricardo Goulart

Divulgação / Palmeiras

Por Alexandre Lozetti e Tossiro Neto — São Paulo

O meia-atacante Ricardo Goulart, enfim, é jogador do Palmeiras. Sonho antigo do clube, o meia-atacante de 27 anos foi liberado pelo Guangzhou Evergrande e assinou contrato de empréstimo de uma temporada.

– É uma felicidade muito grande. Agradeço o esforço que o Palmeiras fez. Agora estou vestindo essa camisa que tem uma história muito linda. Espero ser muito feliz aqui. Vou fazer o meu melhor para continuar essa história maravilhosa que o clube tem – afirmou Goulart, em entrevista à TV do Palmeiras.

Ao final desse período, no qual arcará somente com parte dos salários (R$ 600 mil, teto do clube, sendo o restante custeado pelo Guangzhou Evergrande), o Palmeiras terá opção de compra de Ricardo Goulart mediante o pagamento de 10 milhões de euros. Goulart ainda tem contrato com os chineses até dezembro de 2020.

– Deixo aqui uma mensagem para todos os torcedores palmeirenses. Já soube do fanatismo e da paixão que o torcedor palmeirense tem. Não vai faltar dedicação, vou fazer meu melhor dentro de campo, não vai faltar empenho. Que a gente seja muito feliz juntos – emendou o jogador.

Segundo o Palmeiras, não há ajuda financeira da Crefisa, patrocinadora que em breve terá a parceria renovada. Leila Pereira, presidente da Crefisa, porém, foi a primeira a postar foto de Ricardo Goulart com a camisa 11 do Palmeiras em suas redes sociais.

Na sequência, a conta oficial do Palmeiras no Twitter postou um recado para Ricardo Goulart, assinado pela “Família Palmeiras”, numa clara alusão à mensagem que viralizou nas redes sociais em dezembro, de um funcionário de hotel onde o jogador estava hospedado.

– Goulart, te desejo uma ótima estadia e obrigado por assinar com o Palmeiras. A família Palmeiras te recebe com muita alegria.

O acerto com o clube chinês veio depois de uma arrastada negociação. Apenas na última segunda-feira houve um aceno positivo do Guangzhou Evergrande a Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, e Paulo Pitombeira, empresário que conduziu as conversas por parte do atleta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here