A Empresaria Cris Bandeira proprietária da Hathor Centro Estético conta como prioriza a beleza externa e interna.

Cris Bandeira é proprietária do Hathor Centro Estético e conta como prioriza a beleza externa e interna, também. Para ela, de nada adianta estar usando roupas lindas, ter um belo corpo se não houver paz interior. E para ajudar nessa questão, Cris inseriu dentro de sua clínica, a técnica de Reiki, que é uma espécie de harmonização da energia interior da pessoa. Confira:

Como surgiu a ideia de fazer terapia energética e Reiki dentro do seu centro estético?

A gente trabalha com a terapia energética e com o Reiki. Eu tinha a necessidade de fazer além do que eu já fazia na estética mesmo. Eu tinha há algum tempo na minha cabeça que cuidar do que vem de fora é muito fácil, mas o cuidado de verdade que é o de dentro para fora, pouquíssimas pessoas fazem. E aqui em Goiânia não tinha ainda esse cuidado alinhado á estética, e foi a partir disso que comecei a estudar sobre isso. Fiquei meses me dedicando. E foi quando eu inseri na clínica a terapia energética e o Reiki. Inclusive, quando eu inaugurei a clínica, disse que o lema da clínica é o cuidado de dentro para fora.

De que forma o Reiki é capaz de curar traumas do passado?

É um processo em que a pessoa vai para uma salinha individual, e lá dentro, ela conversa muito. E a especialista faz perguntas específicas antes de iniciar a terapia em si. E nesse bate-papo é quando ela vai entendendo aonde estão aqueles traumas, as energias que já foram desgastadas pelas coisas que já foram vividas, e parte para o Reiki em si. E o Reiki é uma espécie de energização, em que quem recebe é ajudado a trocar aquela energia do medo, do desgaste, do trauma de alguma situação e fazer com que essa pessoa troque essa energia e supere tudo isso.

Qual a diferença entre terapia energética e Reiki?

Na terapia energética, é feita através de um exercício com a respiração, e enquanto isso ela conversa com o terapeuta, e ela troca de energia mesmo. E os movimentos que a especialista faz com as mãos sobre a pessoa, também contribui nesse processo de energização no corpo da pessoa. E todo o processo é feito enquanto a pessoa está consciente. E então, as perguntas são feitas para remeter a alguma situação que incomoda, que a gente acha que não tem, ou que já superou, mas que na verdade não foi superada e que impede de fluir em algum campo da vida. E o Reiki, funciona mais ou menos dessa maneira, mas de forma mais aprofundada, e não necessariamente trabalhando a respiração. Mas geralmente uma é feita em conjunto com a outra.

Qual a diferença entre esse tipo de terapia que trabalha com as energias da pessoa com a utilizada por psicólogos?

Todas são parecidas. Mas a que é feita por psicólogos, é mais, de certa forma, superficial. E as que a gente utiliza aqui, tem em vista uma situação mais específica. Ela é capaz de fazer com que a pessoa olhe para dentro de si mesma e veja o erro e enxergue o porquê que ela vive assim, o porquê ela tem medo de determinadas coisas, ou o porquê ela sempre está insatisfeita com ela mesma. Então é mesmo para cuidar de dentro de uma forma mais aprofundada, porque entra em campos energéticos que muitas vezes, o psicólogo não consegue entrar.

Como é possível fazer com que o Reiki seja transmitido até mesmo á distância?

Através da física quântica fica totalmente possível. As vezes quando a minha terapeuta não está na clínica e eu não estou muito bem, estou tensa, ou algo assim, mando uma mensagem para ela para me mandar um Reiki. Na mesma hora já sinto aquela energia que é mandada. E isso é possível de acontecer pela física quântica. Inclusive, eu vou fazer um workshop aqui na clinica, em janeiro, para explicar de forma mais técnica como isso acontece, com a presença da terapeuta daqui.

Você acredita que essas energias, da forma que você trabalha, tem a ver com a lei da  atração?

Sim, com certeza. O que acontece é que tudo o que a gente vibra, a gente atrai. Então quando você faz uma terapia energética, isso fica muito claro. Por exemplo, se eu tenho medo de entrar em um relacionamento, de sofrer… automaticamente, eu vou atrair uma pessoa problemática, que vai me causar sofrimento. Porque estou jogando para o universo “não vou“. O universo não entende a palavra “não“. Então, eu vou atrair justamente o oposto do que quero. A partir do momento em que eu focar no meu desejo, e parar de pensar nas coisas que me causam medo, vou atrair exatamente o que tenho vontade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here