Ministério Público realizará ação de combate ao Aedes em Goiânia

(Foto: Reprodução)

A capital do Estado teve 15 mortes por dengue confirmadas somente neste ano

O Ministério Público se reuniu com órgãos da saúde para força-tarefa de combate ao mosquito Aedes aegypti em Goiânia. As Vigilâncias Sanitárias Estadual e Municipal apresentaram indicativos de aumento de 8% nos casos de dengue na população. A ação visa diminuir os índices de contaminação e eliminar os focos transmissores da doença.

Os promotores de Justiça Marcus Antônio Ferreira Alves e Juliano de Barros Araújo acertaram medidas a serem desenvolvidas em conjunto com a Vigilâncias Estadual e Municipal de Goiânia, Associação dos Hospitais do Estado de Goiás (Aheg), Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego), Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade de Goiás (Ahpaceg), do Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi), do Conselho de Desenvolvimento Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese), o Sindicato da Indústria da Construção de Goiás (Sinduscon) e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, para acabar com Aedes aegypti.

A Diretoria de Zoonoses da Prefeitura já começou a bloquear locais onde foram registrados os maiores índices de mosquitos. O trabalho de inspeção e atuação nos imóveis (onde foram encontrados focos) será intensificado. Dados referentes às visitas e autuações serão alimentados mensalmente em sistema eletrônico e um relatório será produzido e encaminhado ao MP.

Foi requisitado pelo Ministério Público à Suvisa Municipal um plano de contingência, com detalhamento quanto às ações em caso de epidemia. Segundo Flúvia Amorim, superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, o objetivo do plano é evitar a ocorrência de uma epidemia, uma vez que o vírus que está circulando atualmente é o tipo II, com letalidade acentuada em casos dos extremos etários (crianças e idosos).

Débora Meireles de Melo, médica integrante do Comitê Técnico Estadual de Óbitos Suspeitos por Dengue, disse que foram confirmadas 15 mortes por dengue em Goiânia somente neste ano e outras 30 estão em investigação. A Suvisa municipal informou ainda que há 350 casos de zika confirmados na capital. Em todo Estado, foram 62 mortes por dengue.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here