SR. LANTERNINHA: “Pé Pequeno”chega grande aos cinemas

Por Moisés Evan

Animação, Suspense, Drama, Romance e Documentário estão entre os vários lançamentos da semana em Goiânia. Saiba mais sobre cada um deles, a seguir.

Invertendo a famosa lenda do Pé Grande, “Pé Pequeno” (Smallfoot, Estados Unidos, 2018) conta a história de Migo, um simpático Abominável Homem das Neves que diz ter visto um humano. Morando nas montanhas, seus semelhantes, no entanto, não acreditam nele e na existência de seres de pés pequenos. Apenas como curiosidade, já que as cópias no Brasil são apenas dubladas, o elenco original de vozes conta com Channing Tatum, Zendaya, Gina Rodriguez e o jogador de basquete LeBron James. Com a opção do 3D, a animação da Warner tem tudo para atrair a atenção do público infantil e também divertir os adultos que o acompanhar.

Apesar de ser o quarto filme da franquia, “A Primeira Noite de Crime” (The First Purge, Estados Unidos, 2018) se passa antes de “Uma Noite de Crime” (2013), “Uma Noite de Crime: Anarquia” (2014) e “12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição” (2016). Ou seja, não é preciso ter visto os anteriores para conferir o novo capítulo no cinema. A premissa é simples e instigante. Um partido político ascende ao poder e cria um experimento social. Em 12 horas, as pessoas podem perder toda e qualquer inibição para fazer o que quiser, sem lei. Ninguém é obrigado a participar, no entanto, cinco mil dólares e outros prêmios são oferecidos para quem fica na cidade.

Responsável por comédias como “Missão Madrinha de Casamento” (2011) e “As Bem-Armadas” (2013), Paul Feig agora se arrisca no suspense, mas sem deixar totalmente de lado o humor, com um “Um Pequeno Favor” (A Simple Favor, Estados Unidos, 2018). Adaptação do livro homônimo de Darcey Bell, o diretor mantém o foco nas mulheres como protagonistas. Stephanie (Anna Kendrick) é uma jovem mãe que divide o tempo entre a criação do filho e o trabalho como vlogueira. Quando sua melhor amiga, a bem sucedida e misteriosa Emily (Blake Lively), desaparece, ela parte em uma jornada para descobrir a verdade por trás do acontecido.

Maior pugilista do Brasil, conhecido como Galinho de Ouro por ser considerado o melhor peso galo da história do boxe, Éder Jofre tem sua vida retratada em “10 Segundos para Vencer” (Brasil, 2018).
Protagonizado por Daniel de Oliveira, o filme se concentra na relação do esportista com seu pai e treinador, vivido por Osmar Padro. “É uma história de amor entre pai e filho, e de um herói que muitos brasileiros não conhecem. Ele [Kid Jofre] era muito austero nos períodos de preparação para as lutas. A ternura paterna se revelava só depois que acabava o trabalho no ringue, de forma comovente”, disse o diretor José Alvarenga Jr., em entrevista a um site.

Para quem gosta de sertanejo, a opção é “Coração de Cowboy” (Brasil, 2018), primeiro longa-metragem de Gui Pereira. Na trama, Lucca (Gabriel Sater) é um cantor de forte apelo comercial, cujas músicas são compostas a partir das demandas de sua empresária, Iolanda (Françoise Forton), e não pelos seus sentimentos e gostos. Após um desentendimento, ele decide voltar ao interior em busca de inspiração, ondeacaba se deparando com seu pai (Jackson Antunes) e um antigo amor de infância (Thaila Ayala). A trilha sonora é assinada por Lucas Lima, da Família Lima. Dentre os muitos sucessos de raiz estão os de Chitãozinho & Xororó.

Com o objetivo de inspirar, “O Que de Verdade Importa” (The Healer, Espanha/Estados Unidos/Canadá, 2017), de Paco Arango, é sobre o engenheiro Alec que,passando por uma situação complicada em sua vida, aceita a proposta de um tio desconhecido (Jonathan Price) para mudar de cidade, iniciando assim uma jornada de descoberta, aprendizado e redenção. Quando uma veterinária decide ajudá-lo, fazendo um anúncio para oferecer os seus trabalhos, os moradores passam a acreditar que ele tem o dom da cura.
Concebido para ser 100% beneficente, toda a arrecadação nas bilheterias brasileiras será doada para instituições de caridade.

Encerrando as estreias desta semana estão o documentário “Marcha Cega” (Brasil, 2018), de Gabriel Di Giacomo, e o bíblico “Sansão” (Samson, Estados Unidos, 2017). Antes de sair de casa, consulte a programação das salas de cinema, os horários de exibição e divirta-se.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here