Polícia apresenta resultado balístico da arma que matou à advogada Laís

A arma usada no crime que resultou na morte da advogada Lais Fernanda Araújo Silva, de 30 anos, durante tentativa o latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido no dia de 10 de maio, em Goiânia. Passou por uma análise balística que confirmou a origem do disparo.

O resultado foi apresentado nesta quarta-feira (23), pela Polícia Técnica Cientifica. Na análise, o artefato retirado do corpo da vítima, coincide com a arma calibre 38, encontrada com os envolvidos no crime.

Itatiana Pires da Silva Marques, perita criminal, disse que o resultado balístico corresponde com a arma do crime. “Procedemos o confronto micro balístico e tivemos o resultado positivo, podemos afirmar que o projetil questionando foi expelido pelo cano daquela arma” afirmou a perita.

Outras analises ainda devem ser feitas, para formalizar a autoria do crime. A perita Itatiana, conta que de acordo com a necessidade da polícia, serão realizadas as pericias para que o inquérito seja finalizado.

Com informações da estagiária Tássia Tanara, orientada pela jornalista Dhayane Marques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here